Radialista é preso por tentativa de extorsão

O radialista Ivan Carlos, 47, foi preso em flagrante na noite de quarta-feira (26), nas proximidades do Aeroclube, na Boca do Rio, acusado de tentar extorquir o deputado federal Marcos Medrado (PDT), proprietário da rádio Salvador FM, onde o radialista trabalhou por pouco mais de um ano.

Com Ivan Carlos, a polícia encontrou a quantia de R$1 mil, que seria parte do pagamento do valor pedido para impedir que o radialista desse divulgação a supostos documentos que incriminariam o deputado.Encaminhado à Delegacia de Repressão a Estelionato e Outras Fraudes (DREOF), Ivan Carlos vai responder por crime de extorsão, previsto no artigo 58 do Código Penal.

Segundo a polícia, a denúncia de tentativa de extorsão foi registrada pela direção da rádio Salvador FM na última terça-feira, quando o radialista iniciou o processo de ameaças contra Marcos Medrado. Foi armado um esquema para prender o “chantagista”, autuado em flagrante. Ele permanecerá detido à disposição da Justiça.

De acordo com o advogado Antônio Glorisman, que representa o radialista, Ivan Carlos não tinha a intenção de extorquir a direção da Salvador FM, mas apenas chamar a atenção de Diogo Medrado, um dos diretores e filho do deputado, para acertar contas relativas à rescisão trabalhista.

Glorisman contou que, ao ser demitido da rádio, Ivan Carlos não teria recebido os valores corretos da sua rescisão e que teria sido depositado em sua conta apenas o referente ao valor do salário registrado em carteira, quando havia uma complementação, entre elas uma referente a anúncios publicitários. “Diogo teria prometido também dá um carro”, relatou o advogado.

Ainda segundo o advogado, Ivan Carlos vinha tentando um acordo para receber o que considerava justo. Sem contar com a atenção da direção da rádio, resolveu com criar a estória. “Agora ele vai responder pelo crime de extorsão. Estou a aguardando a formalização do flagrante paraentrar com um pedido de liberdade provisória”, esclareceu Glorisman.

O registro da denúncia contra Ivan Carlos foi orientado pelo advogado da Salvador FM, Aílton Assis, a partir das ameaças que o radialista vinha  fazendo a Diogo Medrado. “Ele dizia que tinha informações comprometedoras contra o deputado Marcos Medrado e ameaçava revelá-las caso não fossem atendidas suas exigências”, contou Assis.

Conforme ele, para não divulgar as informações que poderiam comprometer o deputado, o radialista exigiu R$ 150 mil e um carro zero completo ou o valor em espécie. “Ao tomar conhecimento do que ocorria, achamos mais prudente registrar uma queixa de tentativa de extorsão, até porque  as tais informações comprometedoras não existiam”, conta Assis.

Após a queixa, com a ajuda da polícia, Diogo Medrado marcou  encontro com Ivan Carlos para supostamente pagar a quantia exigida. Foi neste momento que o radialista foi preso. O deputado está em Brasília de onde acompanhou o desenrolar da história.

Bocão News

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: